A PetroRio iniciou a perfuração do segundo poço em junho de 2018, dando continuidade ao Plano de Revitalização do Campo de Polvo. O projeto engloba a perfuração de três poços ao longo de seis meses, com o objetivo de incrementar o volume de óleo recuperável, possibilitando a extensão da vida econômica do Campo. A perfuração de POL-Z confirmou a presença de óleo no reservatório arenítico de Carapebus e com o resultado positivo, a PetroRio completou o poço e iniciou a produção.

A vazão inicial aferida, e que teve como base a estabilização da pressão do reservatório, é de aproximadamente 2,000 barris por dia. A Companhia estima que o volume de óleo recuperável que será reclassificado de reserva provada não-desenvolvida para provada desenvolvida, é de 3 milhões barris, pendente da avaliação por parte da certificadora independente.

O resultado do poço POL-Z, somado ao sucesso do primeiro poço (POL-H), aumenta a produção do Campo em aproximadamente 50% em menos de quatro meses de campanha. A perfuração contou com a parceria da Baker Hughes e atingiu a maior distância já percorrida por uma única broca 12 1/4 deste fornecedor no Brasil (6.314m de comprimento).

 

Fonte: PetroRio

Top