A PetroRio concluiu nesta terça-feira (29) um acordo com a Chevron Brasil Upstream Frade Ltda para aquisição da participação de 51,74% da concessão da empresa e do direito de operação do Campo de Frade, na Bacia de Campos.
Quando concluída, esta nova aquisição se somará à aquisição da participação de 18,26% da Frade Brasil Japão, anunciada em outubro de 2018. Desse modo, a companhia brasileira passará a ser operadora do Campo de Frade e deterá 70% do ativo.
“A compra dessa participação relevante é transformacional e reafirma, mais uma vez, a nossa estratégia de crescimento por meio de aquisições de campos em produção, além de representar uma diversificação de nosso portfólio e de fontes geradoras de receita”, ressalta Nelson Queiroz Tanure, CEO da PetroRio.
Com a transação, a produção da PetroRio no Campo de Frade passará a ser de 15mil barris/dia. Ao todo, a empresa somará uma produção de óleo e gás de aproximadamente 28 mil barris/dia – mais do que duplicando a produção atual.
Esse aumento do volume produzido consolida a posição da PetroRio como a maior companhia de óleo e gás independente do país. Além de ampliar a produção, o negócio terá impacto positivo nas reservas da empresa, que irão mais do que triplicar, passando dos atuais de 26,2 milhões de barris de reservas nos campos de Polvo (Bacia de Campos) e Manati (Bacia de Camamu) para 84 milhões de barris de óleo equivalente.

CAMPOS MADUROS
Segundo o CEO da PetroRio, o negócio está totalmente alinhado com a filosofia da companhia de investir na aquisição de ativos em produção que já geram caixa e na desenvolvimento de campos maduros, alongando a vida útil desses ativos. “Inauguramos esse nicho inédito no país e os resultados do Campo de Polvo, onde ampliamos a vida produtiva e a produção do ativo, nos credenciam a operar Frade e a buscar mais crescimento nesse segmento, tanto no Brasil quanto no exterior, sempre com foco na eficiência, numa forte gestão financeira e no controle de custos.”

Fonte: PetroRio

Top